terça-feira, 8 de agosto de 2017

Testes finais na Estrada Real


Para fechar os testes e afinar as últimas conclusões sobre o desempenho do XCycle Lub, ciclistas que foram percorrer a Estrada Real de Diamantina até Ouro Preto, testaram por 5 dias de pedaladas, que totalizaram 414km e mais de 10.400m de altimetria acumulada, o lubrificante que ofertou proteção de verdade para as relações das suas bikes.
A aventura ocorreu entre os dias 24 a 28 de julho.
Com aplicação correta, em geral na noite anterior a cada pedalada, aguardando o secamento da cera na corrente, perceberam a qualidade do produto, a eficácia em quilometragens, a limpeza da relação diante das poeiras e areias e facilidade de limpeza.

Seguem os relatos.



Victor Ponce, sócio-proprietário da Canoa da Serra, empresa de turismo com o braço Adventure Tour, que foi responsável pela logística, translados e hotelaria do grupo, comentou que "apesar do relevo acidentado que exigiu uma troca de marchas constante, a relação se manteve lubrificada durante toda a pedalada, permaneceu limpa, apesar da poeira vermelha bem intensa em alguns trechos. Parabéns a equipe do XCycle Lub pelo desenvolvimento do produto".



Carlos Gonçalves relatou: "Foi uma viagem bastante estressante para a relação com intensa troca de marchas e vários tipos de solo como asfalto, cascalho, areia e terra. XCycle Lub manteve o conjunto limpo e lubrificado todo o tempo sem exigir a reaplicação do produto nos trechos. Desempenho superior ao que eu usava anteriormente, um lubrificante [importado] que deixava resíduo na corrente exigindo limpeza constante".



Tonni Teles confirmou os relatos anteriores e descreveu: "já usei [importado] seco e, atualmente, estava usando o úmido. O seco não gruda sujeira, mas a quilometragem de rendimento dele é baixa. Quando molha, a lubrificação da corrente desaparece. O úmido já tem um rendimento de quilometragem bem maior e não sai na água, mas faz uma lambança na relação. Admito que fiquei 'com pé atrás' para testar outro tipo de lubrificante, mesmo assim resolvi avaliar, pois se tratava de uma proposta diferente. Coloquei o XCycle Lub no 1º dia do pedal, como não pegamos muita poeira, estava igual aos demais usados anteriormente. Para o 2º dia coloquei sem limpar a relação para ver a lambança que iria dar e para minha surpresa, no final do pedal de 105km, que foi poeira pura, a corrente não rangeu e estava limpa, sem aquela sujeirada que o [importado] úmido faz. Só fui limpar a relação no 3º dia do pedal! Nos outros dias o XCycle se comportou igual ao segundo dia, mantendo a corrente lubrificada e limpa. Só não deu para testar na chuva, mas assim que eu pegar uma, aviso como o lubrificante se comportou. Gostei muito do XCycle Lub e espero que ele esteja logo nas prateleiras das lojas".

Tonni preparou um tira-teima com fotos sobre o antes e depois, declarando a facilidade de limpar a relação. Veja:


É possível ver que as placas da corrente estão empoeiradas, assim como outras peças da bike, por conta da fina poeira dos terrenos que compõem a Estrada Real. Mas também é possível notar que o cassete fica sem sujidades aderidas, tendo apenas cristais de cera nos dentes, responsável por manter o aditivo lubrificante em ação, livre das partículas de areia.



Relação após limpeza, sem necessidade de uso de produtos agressivos ao meio ambiente, que geralmente são feitos com substâncias "decapantes", que mesmo sendo biodegradáveis produzem efeito negativo até que entre totalmente em inatividade. Com XCycle Lub basta um fio de água, sabão neutro e uma escovinha.

Vá mais longe, com mais proteção e melhor conceito ambiental.
XCycle Lub protege de verdade a sua relação!



Nenhum comentário: